"The battles we fought are now taken for granted. Today’s youth aren’t as demanding as in May ’68; they don’t want liberty, they want security.”
François Dubet, professor de sociologia na Universidade de Bordeaux

É triste que assim o seja,

Pedro Nóbrega F... on Quinta, 03/04/2008 - 10:23

É triste que assim o seja, só mostra uma certa nota mesquinha numa geração um pouco pobre em ideais.

A Geração 68.

Filipe Brás Almeida on Sexta, 04/04/2008 - 19:25

Antigamente é que era, e tal... o argumento do François Dubet, é o mesmo de sempre inter-geracional.

Não digo que não possa haver um problema apolítico com a juventude, mas a geração de Maio 68 por outro lado, tem a meu ver, tanta credibilidade para falar sobre isso hoje, como tinha de seriedade em 68.

Não é uma questão de

Pedro Nóbrega F... on Segunda, 07/04/2008 - 13:21

Não é uma questão de antigamente ser melhor. A própria geração de 68 vendeu-se por um empergo de consultor e um carro da empresa. Com este percurso é muito complicado virem falar de valores sem a audiência se partir a rir. obviamente que quando o exemplo que os jovens têm é que o sucesso passa pela cumplicidade e aceitação passiva de tudo o que lhes é transmitido e das instituições que monopolizam o poder eles só podem concluir que só podem seguir um caminho. Daí que não percebam sequer o que é um ideal quanto mais lutar por ele.

  • As linhas e os parágrafos quebram automaticamente

Mais informação sobre as opções de formatação