Retrato de Luís Lavoura

A França é, indubitavelmente, o país mais repugnante da União Europeia. Além de ter uma política interna disfuncional, impõe à Europa uma política agícola inadmissivelmente iliberal, e tem uma política externa e militar agressivas, neocolonialistas e imperialistas.

Ontem o ministério francês dos Negócios Estrangeiros acusou, com toda a clareza, o regime sírio de utilizar armas químicas, quando (1) não tem quaisquer provas claras disso, e (2) é altamente provável que os rebeldes sírios (também) tenham utilizado armas químicas. O ministério dos Negócios Estrangeiros francês, que tanto (e tão bem) acusou Rumsfeld de espalhar mentiras para justificar a invasão do Iraque, vem agora fazer a mesmíssima coisa, espalhar mentiras e provas forjadas para justificar o seu apoio ao derrube do regime sírio.

Entre os EUA e a França, venha o diabo e escolha.

Está muito silencioso por aqui! Porque não deixar uma resposta?

  • As linhas e os parágrafos quebram automaticamente

Mais informação sobre as opções de formatação