Retrato de Luís Lavoura

Na década de 1980 a URSS enfiou as suas tropas no atoleiro do Afeganistão. Perdeu lá dinheiro e homens e, ao cabo de oito anos, teve que de lá retirar sem glória.

Hoje a NATO está a cometer o mesmo erro, mas há mais tempo do que a URSS. Já há 16 anos que a NATO está a combater, ingloriamente, no Afeganistão. Agora os EUA decidiram enviar para lá mais 4000 soldados e o secretário-geral da NATO aplaudiu.

Cabe perguntar quando é que a NATO aprenderá a mesma lição que a URSS (e outros antes dela) teve que aprender, e se retira de vez daquele atoleiro.

Está muito silencioso por aqui! Porque não deixar uma resposta?

  • As linhas e os parágrafos quebram automaticamente

Mais informação sobre as opções de formatação