Já há algum tempo que se ouve falar na produção de biocombustíveis no Brasil para reduzir o aquecimento global.
Mas nada podia estar mais errado.

O objectivo de se produzir biocombustíveis é reduzir as emissões de dióxido de carbono, mas o que irá acontecer é que o nível de dióxido de carbono na atmosfera será muito maior se forem produzidos biocombustíveis no Brasil.
Efectivamente os biocombustíveis substituem os derivados do petróleo, reduzindo a extracção do mesmo.

Mas muito mais importante do que produzir biocombustíveis é aumentar a superfície de floresta, ou pelo menos reduzir a desflorestação.
Como todos sabemos no Brasil a Amazónia está a ser desvastada por causa das plantações agrícolas. E a produção de biocombustíveis aumentará ainda mais a desflorestação.

O benefício causado pelos biocombustíveis nunca ultrapassará o prejuízo causado pela desflorestação da amazónia para produzir os mesmo.

Africa deveria ser o palco central da produção dos biocombustíveis.

Naturalmente que para Lula da Silva são os grandes poderes económicos estrangeiros que não querem que o Brasil se desenvolva.

Mas não é nada de surpreender, porque a esquerda brasileira acha que tudo o que corre mal no brasil é culpa do capital estrangeiro.

Africa Vs. Brasil

Hugo Garcia on Segunda, 15/10/2007 - 10:20

Se calhar é da minha experiencia pessoal,
mas eu já ouvi muitos brasileiros a queixarem-se do "capital estrangeiro" (exactamente esta expressão) e nunca ouvi africanos.

Relativamente à comparação Floresta Amazónica com a Savana Africana, existe uma diferença.
O nível de retenção de carbono por metro quadrado da 1ª parece-me notóriamente muito maior que o da segunda.
E em África existe mais terreno sem floresta.
Mas não deixa de ser um ponto a ter em conta.

Já há algum tempo que se ouve falar na produção de biocombustíveis em África para reduzir o aquecimento global. Mas nada podia estar mais errado.

O objectivo de se produzir biocombustíveis é reduzir as emissões de dióxido de carbono, mas o que irá acontecer é que o nível de dióxido de carbono na atmosfera será muito maior se forem produzidos biocombustíveis em África.

Efectivamente os biocombustíveis substituem os derivados do petróleo, reduzindo a extracção do mesmo. Mas muito mais importante do que produzir biocombustíveis é aumentar a superfície de floresta, ou pelo menos reduzir a desflorestação. Como todos sabemos a floresta tropical Africana seria muito mais desvastada por causa das plantações agrícolas. E a produção de biocombustíveis aumentará ainda mais a desflorestação. O benefício causado pelos biocombustíveis nunca ultrapassará o prejuízo causado pela desflorestação da floresta tropical africana para produzir os mesmo.

Naturalmente que para os dirigentes africanos são os grandes poderes económicos estrangeiros que não querem que a África se desenvolva. Mas não é nada de surpreender, porque a opinião pública africana acha que tudo o que corre mal em África é culpa do capital estrangeiro.

  • As linhas e os parágrafos quebram automaticamente

Mais informação sobre as opções de formatação