Retrato de Luís Lavoura

Vi ontem num noticiário televisivo que a presidente da Câmara Municipal de Caminha se deslocou ao Brasil com vista a promover junto dos brasileiros (e dos emigrantes portugueses no Brasil, e dos seus descendentes) a compra de apartamentos no concelho de Caminha. Mostraram na reportagem televisiva os ditos apartamentos, um bloco de prédios novinhos em folha quase junto ao mar e que, segundo se afirmava na reportagem, se situam bastante perto do centro de Caminha.
Perante esta reportagem, eu questiono-me se a presidente da Câmara de Caminha é uma promotora imobiliária, ou uma agência de venda de imobiliário, e se aqueles prédios que foram exibidos na televisão, em particular, pertencem à Câmara, ou se a Câmara foi angariada pelo seu proprietário para promover a sua venda, e quanto receberá por esse trabalho.
É que, que eu saiba, o trabalho de angariação de compradores para uma qualquer propriedade imobiliária só pode ser exercido por agências creditadas para o efeito, e esse trabalho é pago a essas agências. Será que a Câmara Municipal de Caminha é uma agência de venda de imobiliário? E quem lhe paga para isso?

se fosse liberal...

zeca marreca de braga (não verificado) on Terça, 05/02/2013 - 10:08

Se a Sra Presidente fosse liberal queimava o PDM, abolia a derrama e sentava-se a vêr o mercado funcionar!

  • As linhas e os parágrafos quebram automaticamente

Mais informação sobre as opções de formatação