Retrato de Luís Lavoura

A União Europeia, especialmente a Alemanha, anda a fazer um chinfrim porque descobriu que os serviços secretos americanos espiaram e escutaram os seus principais dirigentes.

Eu não vejo qual o motivo do escândalo. É evidente que os EUA são um país distinto e com interesses distintos dos da União Europeia. É portanto normal que se espiem mutuamente, com o objetivo de alcançarem vantagem nas negociações mútuas. Por que raio não haveriam os serviços secretos americanos de espiar os dirigentes da União Europeia?

Os serviços secretos não servem apenas para espiar inimigos. Servem também para espiar (potenciais) aliados e amigos. Porque também os amigos têm, ou podem ter, (alguns) interesses divergentes dos nossos.

A União Europeia deve deixar de fazer queixinhas e tratar mas é de aumentar a eficácia dos seus serviços de (contra)espionagem.

Está muito silencioso por aqui! Porque não deixar uma resposta?

  • As linhas e os parágrafos quebram automaticamente

Mais informação sobre as opções de formatação