Retrato de Luís Lavoura

Parece que finalmente o governo se prepara para tirar a mama às escolas privadas que vivem à custa de contratos de associação com o Estado. Acho isso muitíssimo bem, embora seja para mim evidente que o Estado, como pessoa de bem, deve honrar os contratos que assinou com aquelas escolas.

Tenho um filho numa escola privada sem contrato de associação e pago as respetivas propinas. Não vejo qualquer razão para que outras pessoas possam ter ou seus filhos em escolas privadas da sua livre opção sem que tenham que pagar propinas tal e qual como eu pago. É que, das duas, uma: ou pagam todos, ou nenhum paga.

Está muito silencioso por aqui! Porque não deixar uma resposta?

  • As linhas e os parágrafos quebram automaticamente

Mais informação sobre as opções de formatação