Retrato de Luís Lavoura

O senhor primeiro-ministro ensandeceu de todo. Só pode. Veja-se o seguinte texto (tirado daqui):

<"“Durante vários anos, conseguimos transferir mais recursos para o sistema [científico] e atribuir mais bolsas. No entanto, quando medimos depois o número de patentes que são registadas, o número de artigos científicos que são publicados, quando medimos o resultado e a qualidade desse resultado, nós passávamos de indicadores que pareciam comparar muito bem com os países com que gostamos de nos comparar para comparar muito mal sempre que olhávamos à substância dos indicadores”, sustentou.

“Temos, portanto, de aprender a medir os resultados e temos de garantir que as bolsas que nós usamos para financiar os doutoramentos, os pós-doutoramentos, a investigação que é feita não corresponde meramente a uma política de recursos humanos de empregar os melhores, mas que possa resultar em ter mais gente do lado das empresas, altamente qualificada, a desenvolver investigação e a fazer a translação de conhecimento que traga valor para essas empresas e para a economia”, defendeu o primeiro-ministro."

Este texto, além de se encontrar numa realidade paralela, entre a mentira e o alheamento da realidade, não diz, além disso, coisa com coisa. O senhor primeiro-ministro encontra-se em delírio.

Está muito silencioso por aqui! Porque não deixar uma resposta?

  • As linhas e os parágrafos quebram automaticamente

Mais informação sobre as opções de formatação