Retrato de Luís Lavoura

Admiram-me aqueles, muito em especial o Partido Socialista, que elogiaram a atuação da polícia em relação aos desacatos de anteontem em São Bento.

Com efeito, em minha opinião, a atuação da polícia é altamente criticável. A polícia não pode permitir, nem por um minuto, que meliantes arranquem pedras da calçada para as lançar contra seja quem fôr (a não ser que seja em legítima defesa). A polícia não pode permitir, nem por um minuto, que pessoas se manifestem numa manifestação não autorizada, sobre as vias de circulação e na vizinhança imediata de um órgão de soberania. Finda a manifestação da CGTP, a polícia deveria imediatamente ter evacuado o local, restabelecendo a livre circulação de peões e veículos, especialmente dos moradores. Em qualquer caso, com ou sem manifestação, observando-se a presença de malfeitores que lançam pedras, era obrigação da polícia tentar prender esses malfeitores individuais, não os confundindo com o resto das pessoas.

Por todas estas razões, a atuação da polícia anteontem é fortemente criticável. A polícia não protegeu a ordem pública, não protegeu os moradores e comerciantes da zona, não tentou identificar e prender os malfeitores, e não tentou impôr a regulação legal que existe para o direito de manifestação.

Um Partido Socialista que elogia esta atuação da polícia é um partido de bananas.

Não gostaria de entrar por

Luis Santos (não verificado) on Sábado, 17/11/2012 - 20:21

Não gostaria de entrar por interpretações quase maquiavélicas mas, pelo que se viu do que aconteceu, pareceu-me que a PSP deixou as coisas chegarem ao ponto que chegaram para que quando atuasse a opinião pública não houvesse sombra de dúvida que a razão o justificava. Duvido que o MAI pretenda que as forças de segurança portuguesas fiquem antagonizadas com a população da mesma forma que as espanholas ou gregas já estão.

Retrato de Luís Lavoura

resposta

Luís Lavoura on Domingo, 18/11/2012 - 09:49

Que a PSP se demorou propositadamente para deixar as coisas chegar ao ponto a que chegaram, não duvido. Os motivos pelo que o fez, expô-los-ei num post novo. De qualquer forma, a atuação da PSP foi gravemente errada, pois estava em jogo a segurança, a propriedade e o bem-estar de cidadãos inocentes (os moradores e os comerciantes da zona, nomeadamente).

Porquê o PS?

Ricardo Alves (não verificado) on Sábado, 17/11/2012 - 20:11

Não entendo porque destaca o PS. A actuação da polícia foi elogiada pelo presidente da República, pelo primeiro ministro, pelo ministro da administração interna, pelo PSD, pelo CDS e pelo PS. Destes todos, o único que o Luís Lavoura ataca é o PS. Porquê?

Retrato de Luís Lavoura

resposta

Luís Lavoura on Domingo, 18/11/2012 - 09:45

Porque do PSD e do CDS já se esperaria que apoiassem as ordens que o governo deu à polícia. Do PS, que é oposição, pelo contrário, esperar-se-ia que fosse, pelo menos, crítico.

  • As linhas e os parágrafos quebram automaticamente

Mais informação sobre as opções de formatação