Direitos Humanos

Opiniões e denúncias sobre direitos humanos à volta do mundo.
Retrato de Miguel Duarte

Comentário do JLP aqui:

"Quem não conseguir comprar ou produzir o necessário para viver, recebe diariamente da safety net a quantidade mínima de calorias e de nutrientes que impeça que ele morra."

Retrato de Miguel Duarte

Malaysia's top civil court on Wednesday rejected a Muslim convert's appeal to be recognized as a Christian, in a landmark case that tested the limits of religious freedom in the moderate Islamic country.

A three-judge Federal Court panel ruled by a 2-1 majority that only the Islamic Shariah Court has the power to allow Azlina Jailani, who changed her name to Lina Joy after becoming a Christian, to remove the word "Islam" from the religion category on her government identity card.

...

"She cannot simply at her own whims enter or leave her religion," judge Ahmad Fairuz said. "She must follow rules."

Fonte: International Herald Tribune

Eu gostava de poder afirmar que o que é descrito acima é algo que está limitado a um país islâmico, mas infelizmente não é. Este tipo de limitações inaceitáveis à liberdade religiosa é a norma por todo o mundo islâmico.

E este exemplo é também uma boa ilustração porque na Turquia estamos a assistir ao conflito que estamos a assistir. É que infelizmente, religião, misturada com política, principalmente quando essa religião contém em si mesma componentes políticas (a Shariah não é mais do que isso), é uma receita para se atacarem as liberdades individuais em nome da religião. E os Turcos sabem-no muito bem.

O que pode fazer um liberal que viva na Malásia? Lutar pela eliminação dos tribunais religiosos, lutar pela retirada de referências no BI à religião, lutar pela liberdade religiosa, lutar pela laicidade do Estado.