Retrato de Luís Lavoura

Cheira muito mal, esta história dos erros na contagem dos votos nas eleições regionais da Madeira.

Ao que parece, primeiro esqueceram-se de incluir os votos da ilha de Porto Santo. Bonito. Espantoso. Perdem-se todos os votos de uma dada circunscrição eleitoral. Desaparecem. Esfumam-se. Isto é admissível?

Depois recontam os votos e encontram erros. Mas os erros não se devem a votos nulos que afinal são contados para um partido, ou vice-versa; não, os erros devem-se a um "erro informático". Sem mais explicações. Eu pergunto, que raio de erro informático é esse que dá votos a um partido e os tira a outro?

Depois deste episódio, perco completamente a confiança na Comissão Nacional de Eleições. Não se pode ter confiança numa entidade que perde os votos todos de uma circunscrição eleitoral. Não se pode ter confiança numa entidade que tem um programa informático que engole os votos de um partido e os transforma em votos de outro.

Não vale a pena ir votar.

Está muito silencioso por aqui! Porque não deixar uma resposta?

  • As linhas e os parágrafos quebram automaticamente

Mais informação sobre as opções de formatação