Retrato de Luís Lavoura

A NATO vai depois de amanhã estar reunida em Lisboa em busca de um novo objetivo estratégico, diz-se.

 

Mas, na verdade, o objetivo estratégico da NATO já há muitos decénios existe e está bem definido: estimular a produção de lixo armamentista. O objetivo estratégico da NATO é forçar (sob pretexto da "compatibilidade" entre o armamento dos diferentes países e da participação em exercícios ou intervenções militares conjuntos) os seus países membros a gastar mais e mais dinheiro em armamento mais e mais sofisticado, mas com uma utilidade prática cada vez menor e com um tempo de obsolescência cada vez mais reduzido, com o fim de permitir a sobrevivência de algumas indústrias que, num pequeno punhado de países (os EUA e poucos mais), vivem à custa desse subsídio público, do dinheiro dos contribuintes assim delapidado.

 

Esse é o objetivo estratégico da NATO. O resto são mentiras com que os Estados nos pretendem encher os olhos de areia.

Está muito silencioso por aqui! Porque não deixar uma resposta?

  • As linhas e os parágrafos quebram automaticamente

Mais informação sobre as opções de formatação