Retrato de Miguel Duarte

Pois é, os nossos irmãos americanos, com a alta do preço do petróleo, estão a comprar mais automóveis pequenos, à semelhança do que os europeus faziam à muito.

Nada como sentir a poluição no bolso para se ter atitudes mais ecológicas.

porquê insistir nos carros?

Luis Menezes on Terça, 06/05/2008 - 00:36

Berlin
Toda a cidade é uma imensa ciclovia, bastou-lhes usar os passeios existentes.
Mal nasce o sol vêm-se na rua desde crianças a idosos, passando por mães que levam bébés nas cestinhas. E tudo isto acontece ás 7h da manhã, com neve. Não terão as cidades portuguesas condições (especialmente em termos climatéricos) para fazer o mesmo?

Barcelona
Não tem tantas ciclovias nem tantos ciclistas quanto Berlin mas aqui as pequenas "vespas" dominam. Também serão uma alternativa, ou não? Menos poluente, que necessita menos espaço de estacionamento e permite igual ou maior mobilidade que um carro.

Londres
Uma boa cobertura da rede de transportes públicos e elevadas portagens impedem que mais carros entupam a grande metrópole. Até quando teremos que andar em autocarros com mais de 40 anos e em cacilheiros que são da altura da 2ª guerra? É preciso investir mais nas redes de transportes públicos.

Retrato de Filipe Melo Sousa

É a mão invisível

Filipe Melo Sousa on Segunda, 05/05/2008 - 14:23

Os especuladores de petróleo fazem muito mais pelo clima, e fazendo lucros, do que os nossos governantes, passando-nos a factura do prejuízo. A política ambiental tem sido desastrosa ora vejamos:

- subsídios a centrais fotoeléctricas ditas "verdes", que injectam energia caríssima de painéis solares na rede electrica nacional, aumentando o custo da energia,
- inclusão coerciva de biodiesel no gasóleo, distorcendo o mercado e encarecendo os cereais, destruindo as florestas, e poluindo com adubos, e gastos de energia na produção do combustível "verde"
- compra a preços proibitivos para a rede eléctrica de energia produzida pelos pequenos produtores de modo artesanal (ineficiente), e a preços inflacionados. Paga o consumidor, à força
- subsídio a carros híbridos, que poupam uns míseros 0.5 - 1.0 L/100km em relação à versão normal. Distorções e mais distorções fiscais.
- portugueses a fazer 20-30Km para ir abastecer a Espanha, gastando energia para poupar na energia

etc... a incompetência do burocrata estatal não tem limites.

Retrato de Luís Lavoura

O problema é que...

Luís Lavoura on Segunda, 05/05/2008 - 09:13

... não se troca de carro todos os anos, e os carros maiores e mais gastadores que os americanos (e não só) compraram no passado irão ter que continuar a circular, porque os seus donos não os vão substituir de um momento para o outro.

Luís Lavoura

Retrato de Luís Lavoura

E o ISP em Portugal

Luís Lavoura on Segunda, 05/05/2008 - 09:11

Também li que a cobrança de ISP em Portugal está no primeiro trimestre de 2008 10% abaixo das previsões. O que talvez queira dizer que o pessoal está a andar menos de carro por cá.

Luís Lavoura

boas notícias

Hugo Garcia on Sábado, 03/05/2008 - 11:24

Isso é que são boas notícias.

Isto também significa que com o aumento de mercado para carros pequenos e ecológicos, a tecnologia de baixo consumo vai disparar a nível mundial, tornando esses veículos mais acessíveis e os restantes menos acessíveis.

Um SUV em segunda mão nos EUA deve estar a ficar baratinho, baratinho.

!

Michael (não verificado) on Sexta, 02/05/2008 - 09:04

Já era tempo de abrirem os olhos...

  • As linhas e os parágrafos quebram automaticamente

Mais informação sobre as opções de formatação