Retrato de Luís Lavoura

Não compreendo a demora de sucessivos governos em fazer o que deveria ser feito, eliminar a base aérea do Montijo com vista a libertar espaço, tanto nos ares para os aviões civis manobrarem, como em terra para fazer um aeroporto civil.

Não vejo razão nenhuma que justifique que, havendo tanto espaço por esse país fora para construir uma base aérea militar, se esteja a sobrecarregar a zona urbana de Lisboa com uma. Os quartéis militares devem estar - e, em Portugal, geralmente estão - longe das cidades, não a ocupar o precioso solo urbano.

Já é tempo e mais que tempo de o governo fazer o que tem a fazer e mandar a base aérea do Montijo para outro sítio qualquer. Quiçá para Beja, onde, ao que consta, há um grande aeroporto que está muito pouco aproveitado.

A TAP é uma empresa muito importante para o país e o seu desenvolvimento não deve continuar a ser impedido por uma base militar que não necessita de estar onde está.

Está muito silencioso por aqui! Porque não deixar uma resposta?

  • As linhas e os parágrafos quebram automaticamente

Mais informação sobre as opções de formatação