Tertúlia no Bairro Alto sobre o Sistema Eleitoral.

Será que a proposta de alguns partidos em criar círculos uninominais é a
mais correcta? Será que deveríamos ter um círculo nacional único e não os
vários círculos eleitorais actualmente existentes? Será que os pequenos
partidos estão fadados à destruição?

Venha ajudar-nos a responder a estas e outras questões!

Convidados especiais:
- António Mendonça - Cientista Social e Político;
- Luís Humberto Teixeira - Jornalista.

Retrato de Luís Lavoura

Ontem - 18 de Julho - um administrador da Águas do Algarve aventou pela primeira vez - a 18 de Julho, repito - a possibilidade de a água vir a faltar no Algarve em Agosto, se agora não começar a ser poupada. A poupança deve começar, pois, a 18 de Julho. O administrador afirmou que, de facto, o consumo de água no Algarve tem sido este ano superior ao que foi no ano passado. Superior. E fez uma sugestão radical: que as empresas de lavagem de automóveis - "eu sei que isso lhes custa", disse ele - poderiam talvez reduzir o seu ritmo de funcionamento. Reduzir, claro. Apenas isso.

Estive no Algarve há um mês atrás. A água corria livremente nas torneiras, e não vi em sítio nenhum qualquer menção de que pudesse vir a faltar, de que fosse necessário poupá-la. Os relvados dos hoteis eram copiosamente regados, inclusivé à hora de maior calor, e estavam verdejantes. Tudo era feito para ocultar do pensamento dos turistas qualquer ideia de que pudesse vir a haver escassez de água.

A 18 de Julho começa, finalmente, a poupança. Mas só nas lavagens de automóveis.

Vivemos num país em que quase todos estão à espera que o Estado ou o vizinho do lado faça alguma coisa para mudar o estado a que chegámos. No entanto, como quase todos estão à espera que o outro faça alguma coisa, o país não muda. Ficando nós nas mãos dos que estão na política pelos seus interesses pessoais e não por aquilo em que acreditam.

Pois nós, como liberais, acreditamos que cabe ao indivíduo mudar o país.

Cada um de nós deve ser um agente da mudança. Se cada Liberal em Portugal trabalhar pelo Liberalismo em Portugal, nem que seja meia hora por mês, o nosso país vai mudar. Um grupo de liberais deu início ao projecto que é o MLS - Movimento Liberal Social, o primeiro passo foi dado. Agora, cabe-te a ti ser também uma força de mudança e ajudar o projecto a vingar.

Não é preciso muito tempo, não é preciso dinheiro, apenas vontade de criar um Portugal mais liberal.

Se estás disposto a isso, mesmo que ainda não queiras ser membro, por favor entra em contacto com a nossa área de recursos-humanos via a preenchimento do formulário abaixo ou telefonando para 91 473 37 71. Podemos ajudar-te a criar um grupo do MLS na zona onde vives ou colocar-te em contacto com um grupo já em actividade. Chegou o momento, de em Portugal, os liberais unirem-se e criar um Portugal liberal.

Para que nunca mais tenhas de votar em branco!

Um debate em que o convidado especial é Michael Kauch, deputado na Alemanha pelo FDP (Partido Liberal Alemão). Este deputado, lutador dos direitos dos LGBT na Alemanha, irá apresentar a evolução dos direitos dos LGBT no seu país e na Europa.

Além de Michael Kaunch, irão estar presentes na mesa dos oradores, representantes do Partido Humanista, da Ilga Portugal e do Movimento Liberal Social, que darão o seu ponto de vista relativamente ao que ainda há a fazer em Portugal. A moderar o debate estará o Luís Humberto Teixeira do blogue Reciclemos.

Gostas do que viste mas ainda tens mais questões a colocar-nos? Preenche este formulário e envia-nos as tuas questões. Faremos o possível para te dar uma resposta que te tire todas as dúvidas.

Sem o trabalho de voluntários não conseguiremos ter o impacto em Portugal que gostaríamos de ter. Por isso, cada novo voluntário é uma importante ajuda para o liberalismo em Portugal. Desde traduzir textos, a criar novos conteúdos, organizar campanhas, debates ou seminários, muita coisa podes fazer pelo MLS.

Se tens algumas horas disponíveis por mês, para mudar o teu país, preenche este formulário e vem colaborar connosco. Não é necessário ser membro para isso.