Retrato de Luís Lavoura

O Partido Comunista Português está, como se sabe, politicamente órfão de modelos. Desde a queda da URSS que o PCP não dispõe de um país que possa apontar como modelo económico-social.

 

Perante tal orfandade, o PCP orienta atualmente as suas afinidades internacionais por um critério anti-imperialista, mais propriamente anti-americano. Ou seja, já não interessa saber se um país é "socialista" ou não, o que interessa é saber se esse país está na órbita dos Estados Unidos ou não.

 

Só isto explica o apoio que recentemente assomou, embora de forma disfarçada (e vagamente machista), ao regime birmanês nas páginas do Avante!. A Birmãnia não pode ser considerada, de forma nenhuma, um país socialista. Mas para o PCP já nem isso interessa. O que interessa é que a Birmânia não está de boas relações com os EUA. E isso chega para o PCP a louvar.

Está muito silencioso por aqui! Porque não deixar uma resposta?

  • As linhas e os parágrafos quebram automaticamente

Mais informação sobre as opções de formatação