Retrato de Luís Lavoura

Os trabalhos para casa tornaram-se, na atual educação portuguesa, uma forma de avaliar as famílias dos alunos. Os trabalhos que os alunos são mandados fazer em casa são em tal extensão mas, sobretudo, de tal complexidade, que nenhuma criança ou adolescente normal dos dias de hoje os consegue fazer. Na prática, eles são feitos, não pelas crianças mas sim  pelos pais delas. Os professores, aparentemente, sabem disso e, creio, acham bem. De facto, os trabalhos de casa servem hoje para os professores classificarem os pais dos seus alunos - saberem quais são os bons pais e quais são os maus. Trata-se de uma forma de ensino classista: pretende-se destrinçar não entre alunos, mas sim entre as famílias dos alunos.

Em minha opinião, seria bom acabar com esta fantochada. Se bem me lembro, quando eu fui aluno, só trazia trabalhos para casa até ao quarto ano. Nem se justifica outra coisa. Seria bom acabar com os trabalhos para casa quando as crianças passam a adolescentes. Porque os trabalhos servem para incentivar as crianças a estudar mas, para adolescentes, isso já não faz sentido.

Está muito silencioso por aqui! Porque não deixar uma resposta?

  • As linhas e os parágrafos quebram automaticamente

Mais informação sobre as opções de formatação