Sou um dos críticos da nomeação do Sr. Domingos Névoa para Presidente da empresa inter-municipal Braval (www.braval.pt/), pouco depois de ter sido condenado em primeira instância judicial sobre uma tentativa de corrupção.

Depois da FALTA DE SENTIDO DE RESPONSABILIDADE E FALTA DE ÉTICA das pessoas que ao nível local votaram pela a sua eleição para presidente da dita empresa e depois das críticas generalizadas por todos os partidos ao nível nacional, o Sr. Domingos Névoa mostrou (ou tentou mostrar) que não estava obcecado como o lugar e demitiu-se.

Por este gesto (que não é tão normal quanto deveria) dou-lhe OS PARABÉNS!

Demitir-se não é reconhecer que é culpado. Aliás, hoje mesmo, o seu advogado entregou o pedido de recurso à condenação.

Mas manter-se no cargo, permitiria continuar com todas as especulações.

a corrupção

martili (não verificado) on Domingo, 17/04/2011 - 18:52

Li o art. do Ricardo Araújo (gatos fedorentos), e mais pelos controversos fundamentos da decisão judicial que veio absolver o sr. Domingos Névoa, fico perplexo com a deplorável gente que trabalha na justiça.

  • As linhas e os parágrafos quebram automaticamente

Mais informação sobre as opções de formatação