O ressabiamento da direita portuguesa é de tal forma que parece aplaudir o anúncio pela Rússia da instalação de mísseis em Kaliningrado, omitindo que se trata de um simples e bem pensado desafio ao escolher precisamente o dia após as eleições norte-americanas para o fazer. O "anti-Obamismo" pode ser, afinal, um reverso igualmente infantil e perigoso do anti-americanismo. Eu, pelo menos, continuo a olhar a Rússia como um potencial perigo geoestratégico - e espero, naturalmente, que a nova administração americana saiba não ceder a pressões.

Está muito silencioso por aqui! Porque não deixar uma resposta?

  • As linhas e os parágrafos quebram automaticamente

Mais informação sobre as opções de formatação