Retrato de Luís Lavoura

A França retirou hoje os passaportes a seis cidadãos seus, impedindo-os de sair do país. A França prepara-se para retirar os passaportes a mais outros 40 cidadãos.

A razão alegada pelo Estado francês é que esses indivíduos se preparavam para ir combater nas fileiras do Estado Islâmico.

Ao fazer isto, a França está a adotar medidas que dantes eram postas em prática, sob uma chuva de críticas do "Ocidente", por ditaduras como a União Soviética, Cuba e Alemanha Oriental. Esses países é que proibiam os seus cidadãos de viajar ao estrangeiro, e eram muito justamente criticados no "Ocidente" por o fazerem.

Eu não vejo muito bem o que espera a França obter com estas medidas. Ao aprisionar os seus cidadãos no país, certamente que estes só se poderão sentir revoltados e se irão sentir tentados a lançar ataques violentos contra a própria França. Em vez de irem matar sírios na Síria, sentir-se-ão provavelmente tentados a matar franceses em França.

É triste ver Estados a desencadear tão inaceitáveis ataques contra as liberdades dos seus cidadãos.

Está muito silencioso por aqui! Porque não deixar uma resposta?

  • As linhas e os parágrafos quebram automaticamente

Mais informação sobre as opções de formatação