Retrato de Luís Lavoura

As coisas estão muito feias na Síria.

Depois de duas bombas em Damasco, ontem explodiu uma em Alepo. São bombas de grande potência, dirigidas contra edifícios dos serviços de segurança sírios mas que matam indiscriminadamente dezenas de civis.

Trata-se, a meu ver, de bombas com a marca da Al Qaeda, similares às que explodiram, e ocasionalmente ainda explodem, no Iraque. A Al Qaeda é sunita (o ramo maioritário, ortodoxo, do Islão), enquanto que o regime sírio é xiita. A Al Qaeda está interessada em derrubar o ditador sírio, xiita, para o substituir por um regime sunita (o que estaria, aliás, de acordo com a maioria sunita da população síria).

Temos assim uma interessante aliança implícita entre os terroristas da Al Qaeda e as potências "ocidentais", também elas interessadas (sobretudo os EUA, a Europa é mais prudente) no derrube do regime sírio.

Trata-se de uma aliança de mau agoiro. O "Ocidente" tem que ter mais cuidado com as alianças que escolhe, ou nas quais se mete.

Está muito silencioso por aqui! Porque não deixar uma resposta?

  • As linhas e os parágrafos quebram automaticamente

Mais informação sobre as opções de formatação