Retrato de Luís Lavoura

Diversas pessoas andam a especular sobre as motivações do autor dos atentados terroristas na Noruega. Fala-se em particular sobre a sua filiação religiosa - cristão.

Mas em meu entender, daquilo que tenho ouvido noticiado, essas motivações e essa filiação não interessam nada. O indivíduo é, antes de tudo o mais e principalmente, um doente mental, sofrendo de paranóia em grave grau. E em relação a um doente mental não interessa muito se é cristão ou muçulmano.

A culpa não é obviamente de

Luís dos Santos (não verificado) on Segunda, 25/07/2011 - 09:32

A culpa não é obviamente de ser religioso ou de esquerda ou direita, mas descartar o donde ele vem é ignorar toda a motivação e construção social que potencia estes casos.

Não é à toa que nos países germânicos na última década surgiu esta islamofobia. São primariamente zonas da Europa para onde não existiam migrações em grandes massas há muitos séculos, com uma inversão radical nos últimos 50 anos, no pós-WW2. Têm matrizes religiosas muito diferentes da nossa que descende de uma matriz celta e posteriormente Católica ao invés que a deles é germânica e posteriormente Protestante. Cá o Cristianismo entrou pela porta grande, lá foi imposto, nunca aceite e depois contestou o que se praticava a sul.

Há um historial cultural de sentir estes fenómenos religiosos e migratórios como ameaças externas, precisamente por serem países fechados sobre si mesmos. Quando isto é potenciado por uma religião culturalmente repressiva e os próprios partidos políticos (não esquecer que o partido onde esta pessoa esteve filiada é um dos mais votados na Noruega) se saem constantemente com mensagens xenófobas que cá só ouviríamos ao PNR, acho que a coisa perde um bocado de surpresa.

Não isentando o sociopata, acho que se devia começar a olhar para quem anda há anos a alimentar os medos sociais desta novidade. É uma questão interessante: onde termina a liberdade de expressão e começa a agressão social?

  • As linhas e os parágrafos quebram automaticamente

Mais informação sobre as opções de formatação