Retrato de Luís Lavoura

Para mim é agora claro que aquilo que se passou na passada quarta-feira foi uma encenação, uma peça de teatro funesta, preparada por dois encenadores - manifestantes e polícia, a mando do governo - que colaboraram, voluntariamente ou não, para um mesmo fim - a extremização de posições.

Tanto o governo como os manifestantes têm um fim comum - extremar posições. O governo pretende que a opinião pública veja os adversários das políticas que está a levar a cabo como extremistas potencialmente violentos e de forma nenhuma credíveis. Os manifestantes pretendem que o governo seja visto como um bando de fascistas que não respeita os mais elementares direitos e liberdades civis. Ambos colaboraram então. Os manifestantes (na sua maioria pacíficos) prolongaram a manifestação, tornada violenta por alguns meliantes, na espera de que a polícia, mais tarde ou mais cedo, atuaria com violência. Alguns desses manifestantes tinham tudo preparado, incluindo advogados avençados para, à primeira chamada, irem às prisões pretender que iam falar com os manifestantes presos. (Que jovem de vinte e poucos anos tem um advogado já pronto e pago para o defender caso seja preso? Só um jovem que, precisamente, se prepara para cometer asneiras e espera vir a ser preso.) A polícia, por seu lado, sob as ordens do governo, deixou a desordem e o caos prolongarem-se por dezenas de minutos antes de fazer aquilo que desde o primeiro instante se impunha - limpar a praça de manifestantes que já não tinham o direito de lá estar (uma vez que a manifestação convocada para o local já havia formalmente terminado). Nestas dezenas de minutos, acumularam-se as pedras de calçada arrancadas, atiçou-se fogos e partiu-se vidros, enfim, fez-se aquilo que contribui para que a ordeira greve geral da CGTP seja olvidada e para que os opositores às políticas do governo passem a ser vistos como arruaceiros violentos.

Enfim, uma peça de teatro burlesca e funesta, que eu espero que não se repita (porque provocou muitos prejuízos), preparada e levada a cabo por dois encenadores de más intenções.

Está muito silencioso por aqui! Porque não deixar uma resposta?

  • As linhas e os parágrafos quebram automaticamente

Mais informação sobre as opções de formatação